Texto fatiado: Fábulas



Texto fatiado: Fábulas

Costumo distribuir as fábulas e pedir que cortem no pontilhado, depois a remontem colando no caderno:

O Boi e a Rã
.....................................................................................

Um Boi, indo beber água num charco, acidentalmente pisa numa ninhada de rãs e esmaga uma delas.
.....................................................................................

A mãe das Rãs, ao dar pela falta de um dos seus filhotes, pergunta aos seus irmãos o que aconteceu com ele.
.....................................................................................

Ele foi morto! Há poucos minutos atrás, uma grande Besta, com quatro enormes patas rachadas ao meio, veio até a lagoa e pisou em cima dele.
.....................................................................................

A mãe começa a inchar e pergunta:
.....................................................................................

A besta era maior do que eu estou agora?
....................................................................................

Pare mãe, pare de inchar - Pede seu filho - não se aborreça, mas eu lhe asseguro, por mais que tente, você explodiria antes de conseguir imitar o tamanho daquele Monstro.
....................................................................................

Autor: Esopo
.....................................................................................

Moral da História:
Na maioria das vezes, as coisas insignificantes desviam nossa atenção do verdadeiro problema.



O cachorro e sua sombra
....................................................................................

Um cachorro, que carregava na boca um pedaço de carne, ao cruzar uma ponte sobre um riacho, vê sua imagem refletida na água. Diante disso, ele logo imagina que se trata de outro cachorro, com um pedaço de carne maior que o seu.
.....................................................................................

Então, ele deixa cair no riacho o pedaço que carrega, e ferozmente se lança sobre o animal refletido na água, para tomar a porção de carne que julga ser maior que a sua.
.....................................................................................

Agindo assim ele perdeu a ambos
.....................................................................................

Aquele que tentou pegar na água, por se tratar de um simples reflexo, e o seu próprio, uma vez que ao largá-lo nas águas, a correnteza levou para longe.
.....................................................................................

Autor: Esopo
.....................................................................................

Moral da História: É um tolo e duas vezes imprudente, aquele que desiste do certo pelo duvidoso.





segunda-feira, 16 maio, 2011

É muito bom trabalhar com atividades de texto fatiado, pois meus alunos conseguiram perceber a sequência lógica da história. Houve um grande progresso.
Beijos.
Elaine

Postar um comentário

.