Parlendas e trava línguas para alfabetização,


Parlendas e trava línguas para alfabetização

SALADA SALADINHA

SALADA SALADINHA
BEM TEMPERADINHA
COM SAL
PIMENTA
FOGO
FOGUINHO

REI, CAPITÃO

REI
CAPITÃO
SOLDADO
LADRÃO
MOÇA BONITA
DO MEU CORAÇÃO

SUCO GELADO

SUCO GELADO
CABELO ARREPIADO
QUAL É A LETRA
DO SEU NAMORADO?

DEDINHOS

DEDO MINDINHO
SEU VIZINHO
PAI DE TODOS
FURA BOLO
MATA PIOLHOS

MACACA SOFIA

MEIO DIA
MACACA SOFIA
PANELA NO FOGO
BARRIGA VAZIA




HOJE É DOMINGO

HOJE É DOMINGO
PÉ DE CACHIMBO
CACHIMBO É DE OURO
BATE NO TOURO
O TOURO É VALENTE
BATE NA GENTE
A GENTE É FRACO
CAI NO BURACO
O BURACO É FUNDO
ACABOU-SE O MUNDO.




CADÊ?

- CADÊ O TOUCINHO
QUE ESTAVA AQUI?
- O GATO COMEU.
- CADÊ O GATO?
- FOI NO MATO.
- CADÊ O MATO?
- O FOGO QUEIMOU.
- CADÊ O FOGO?
- A ÁGUA APAGOU.
- CADÊ A ÁGUA?
- O BOI BEBEU.
- CADÊ O BOI?
- FOI AMASSAR O TRIGO.
- CADÊ O TRIGO?
- A GALINHA ESPALHOU.
- CADÊ A GALINHA?
- FOI BOTAR OVO.
- CADÊ O OVO?
- O FRADE COMEU.
- CADÊ O FRADE?
- FOI REZAR A MISSA.
- CADÊ A MISSA?
- ESTÁ NO ALTAR.
- CADÊ O ALTAR?
- ESTÁ NO SEU LUGAR.


LÁ EM CIMA DO PIANO
TINHA UM COPO DE VENENO
QUEM BEBEU MORREU
O AZAR FOI SEU


LÁ VEM O CROCODILO
ORANGOTANGO
AS DUAS SERPENTINHAS
A ÁGUIA REAL
O GATO
O RATO
O ELEFANTE
SÓ NÃO SE VÊ
OS DOIS PATINHOS
QUÉM QUÉM


COELHINHOS

DE OLHOS VERMELHOS
DE PÊLO BRANQUINHO
DE SALTO BEM LEVE
EU SOU COELHINHO
SOU MUITO ASSUSTADO
PORÉM SOU GULOSO
POR UMA CENOURA
JÁ FICO MANHOSO
EU PULO PRA FRENTE
EU PULO PRA TRÁS
DOU MIL CAMBALHOTAS
SOU FORTE DEMAIS
COMI UMA CENOURA
COM CASCA E TUDO
TÃO GRANDE ELA ERA
FIQUEI BARRIGUDO.


A GALINHA DO VIZINHO

A GALINHA DO VIZINHO
BOTA OVO AMARELINHO
BOTA UM,
BOTA DOIS,
BOTA TRÊS,
BOTA QUATRO,
BOTA CINCO,
BOTA SEIS,
BOTA SETE,
BOTA OITO,
BOTA NOVE,
BOTA DEZ.

LÁ NA RUA 24

LÁ NA RUA 24
A MULHER MATOU UM GATO
COM A SOLA DO SAPATO
O SAPATO ESTREMECEU
A MULHER MORREU
O CULPADO NÃO FUI EU.

PIRULITO

PIRULITO QUE BATE, BATE
PIRULITO QUE JÁ BATEU
QUEM GOSTA DE MIM É ELA
QUEM GOSTA DELA SOU EU.

INDIOZINHOS

UM, DOIS, TRÊS INDIOZINHOS
QUATRO, CINCO, SEIS INDIOZINHOS
SETE, OITO, NOVE INDIOZINHOS
DEZ NUM PEQUENO BOTE
VINHAM NAVEGANDO PELO RIO ABAIXO
QUANDO O JACARÉ SE APROXIMOU
E O PEQUENO BOTE DOS INDIOZINHOS
QUASE, QUASE VIROU.

A CANOA VIROU

A CANOA VIROU
POR DEIXAR ELA VIRAR
FOI POR CAUSA DO ZÉ
QUE NÃO SOUBE REMAR
TIRIRI PRA LÁ
TIRIRI PRA CÁ
O ZÉ É VELHO
E NÃO QUER CASAR.

UM, DOIS, FEIJÃO COM ARROZ

UM, DOIS, FEIJÃO COM ARROZ
TRÊS QUATRO, FEIJÃO NO PRATO
CINCO, SEIS, MOLHO INGLÊS
SETE, OITO, COMER BISCOITOS
NOVE, DEZ, COMER PASTÉIS.


O SAPO NÃO LAVA O PÉ

O SAPO NÃO LAVA O PÉ
NÃO LAVA PORQUE NÃO QUER
ELE MORA LÁ NA LAGOA
NÃO LAVA O PÉ
PORQUE NÃO QUER
MAS QUE CHULÉ!





BORBOLETINHA

BORBOLETINHA
TÁ NA COZINHA
FAZENDO CHOCOLATE
PARA A MADRINHA
POTI, POTI
PERNA DE PAU
OLHO DE VIDRO
E NARIZ DE PICA-PAU.


A JANELINHA

A JANELINHA FECHA
QUANDO ESTÁ CHOVENDO
A JANELINHA ABRE
SE O SOL ESTÁ APARECENDO
FECHOU, ABRIU
FECHOU, ABRIU, FECHOU
FECHOU, ABRIU
FECHOU, ABRIU, FECHOU

CORRE CUTIA

CORRE CUTIA
NA CASA TA DIA
CORRE CIPÓ
NA CASA DA AVÓ
LENCINHO NA MÃO
CAIU NO CHÃO
MOÇA BONITA
DO MEU CORAÇÃO

MARCHA SOLDADO

MARCHA SOLDADO
CABEÇA DE PAPEL
SE NÃO MARCHAR DIREITO
VAI PRESO PRO QUARTEL
O QUARTEL PEGOU FOGO
FRANCISCO DEU SINAL
ACODE, ACODE, ACODE
A BANDEIRA NACIONAL.

ATIREI O PAU NO GATO

ATIREI O PAU NO GATO-TO
MAS O GATO-TO
NÃO MORREU-REU-REU
DONA CHICA-CA
ADMIROU-SE-SE
DO BERRO, DO BERRO
QUE O GATO DEU
MIAU!

FUI AO MERCADO

FUI AO MERCADO COMPRAR CAFÉ
VEIO A FORMIGUINHA E PICOU MEU PÉ
E EU SACUDI, SACUDI, SACUDI
MAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIR
FUI AO MERCADO COMPRAR BATATA ROXA
VEIO A FORMIGUINHA E PICOU MINHA COXA
E EU SACUDI, SACUDI, SACUDI
MAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIR
FUI AO MERCADO COMPRAR MAMÃO
VEIO A FORMIGUINHA E PICOU MINHA MÃO
E EU SACUDI, SACUDI, SACUDI
MAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIR
FUI AO MERCADO COMPRAR JERIMUM
VEIO A FORMIGUINHA E PICOU MEU BUMBUM
E EU SACUDI, SACUDI, SACUDI
MAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIR

ERA UMA BRUXA

ERA UMA BRUXA
À MEIA NOITE
EM UM CASTELO MAL-ASSOMBRADO
COM UMA FACA NA MÃO
PASSANDO MANTEIGA NO PÃO
PASSANDO MANTEIGA NO PÃO.


SE ESSA RUA FOSSE MINHA

SE ESSA RUA, SE ESSA RUA FOSSE MINHA
EU MANDAVA, EU MANDAVA LADRILHAR
COM PEDRINHAS, COM PEDRINHAS DE BRILHANTE
SÓ PRA VER, SÓ PRA VER MEU BEM PASSAR.
NESSA RUA, NESSA RUA TEM UM BOSQUE
QUE SE CHAMA, QUE SE CHAMA SOLIDÃO
DENTRO DELE, DENTRO DELE MORA UM ANJO
QUE ROUBOU, QUE ROUBOU MEU CORAÇÃO.
SE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃO
TU ROUBASTES, TU ROUBASTES O MEU TAMBÉM
SE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃO
FOI PORQUE, SÓ PORQUE TE QUERO BEM.

POMBINHA BRANCA

POMBINHA BRANCA
QUE ESTA FAZENDO?
LAVANDO ROUPA
PRO CASAMENTO
VOU ME LAVAR
VOU ME SECAR
VOU NA JANELA
PRA NAMORAR
PASSOU UM HOMEM
DE TERNO BRANCO
CHAPÉU DO LADO
MEU NAMORADO
MANDEI ENTRAR
MANDEI SENTAR
CUSPIU NO CHÃO
- LIMPA AÍ SEU PORCALHÃO
TENHA MAIS EDUCAÇÃO.


FUI NO ITORORÓ

FUI NO ITORORÓ
BEBER ÁGUA, NÃO ACHEI
ACHEI BELA MORENA
QUE NO ITORORÓ DEIXEI
APROVEITA MINHA GENTE
QUE UMA NOITE NÃO É NADA
SE NÃO DORMIR AGORA
DORMIRÁ DE MADRUGADA
OH! DONA MARIA!
OH! MARIAZINHA!
ENTRARÁS NA RODA
OU FICARÁS SOZINHA
SOZINHO EU NÃO FICO
NEM HEI DE FICAR
PORQUE EU TENHO MARIA
PARA SER MEU PAR.

SE EU FOSSE UM PEIXINHO

SE EU FOSSE UM PEIXINHO
E SOUBESSE NADAR
EU TIRAVA A ANTÔNIA
LÁ DO FUNDO DO MAR.

Parlendas para alfabetização


PARLENDAS

UM, DOIS, TRÊS,
VOCÊ É MEU FREGUÊS,
SE NÃO ESCOLHER LOGO
VAI PERDER A VEZ.


SETE E SETE SÃO CATORZE
COM MAIS SETE, VINTE E UM.
TENHO SETE NAMORADOS,
MAS EU GOSTO SÓ DE UM.


PAPAGAIO COME MILHO
PERIQUITO LEVA A FAMA
CANTAM UNS E CHORAM OUTROS
TRISTE SINA É DE QUEM AMA.


JOÃO CORTA O PÃO
MARIA MEXE O ANGU
TERESA PÕE A MESA
PARA A FESTA DO TATU.


MANDEI FAZER UM BARQUINHO
DA CASCA DO CAMARÃO
O BARQUINHO SAIU PEQUENO
SÓ COUBE MEU CORAÇÂO.

SOU PEQUENINA
CRIANÇA MIMOSA
TRAGO NAS FACES
AS CORES DA ROSA.
QUEM QUISER SABER MEU NOME
DÊ UMA VOLTA NO JARDIM
QUE O MEU NOME ESTÁ ESCRITO
NUMA FOLHA DE JASMIM.

LÁ EM CIMA DAQUELE MORRO
TEM UM PÉ DE ABRICÓ
QUEM QUISER CASAR COMIGO
VAI PEDIR À MINHA AVÓ.

LARANJA BAIANA QUE VIRA EM PÓ
GALO QUE CANTA CORO, CÓ, CÓ
PINTO QUE PIA PIRI, PI, PI
MOÇA BONITA QUE SAIA DAQUI.

SOU PEQUENINA
DA PERNA GROSSA
VESTIDO CURTO
PAPAI NÃO GOSTA.

PINHEIRO DÁ-ME UMA PINHA.
ROSEIRA DÁ-ME UM BOTÃO
MORENA DÁ-ME UM ABRAÇO
QUE TE DOU MEU CORAÇÃO.

DANÇA MENINA
NÃO SEI DANÇAR
EU PEGO NO CHICOTE
VOCÊ DANÇA JÁ.


REI CAPITÃO
SOLDADO LADRÃO
MOÇA BONITA
DO MEU CORAÇÃO.
MEIO-DIA
MACACA SOFIA
FAZENDO CARETA
PRA DONA MARIA.

FUI PEDIR A SÃO JOÃO
QUE ME FIZESSE AMAR,
DEZ NOIVOS ME VIERAM
NENHUM DELES QUIS CASAR.

O DOCE PERGUNTOU PRO DOCE:
QUAL É O DOCE MAIS DOCE?
O DOCE RESPONDEU PRO DOCE:
O DOCE MAIS DOCE É O DOCE DE BATATA-DOCE.

MENINA DOS OLHOS DE FADA
DÁ-ME ÁGUA PRA BEBER.
NÃO É SEDE, NÃO É NADA,
È VONTADE DE TE VER.

UNI-DU-NI-TÊ
SALAMÊ-MINGUÊ
O SORVETE COLORÊ
O ESCOLHIDO FOI VOCÊ.

FUI À FEIRA COMPRAR UVA,
ENCONTREI UMA CORUJA.
EU PISEI NO RABO DELA,
ME CHAMOU DE CARA SUJA.

TIQUE-TAQUE,
CARAMBOLA,
ESTE DENTRO
E ESTE FORA!
CHUPEI UMA LARANJINHA,
A SEMENTE JOGUEI FORA,
DA CASCA FIZ UM BARQUINHO
PRA LEVAR MEU AMOR EMBORA.
A LUA VEM SAINDO,
REDONDA COMO UM BOTÃO,
CALÇANDO MEIA DE SEDA
E SAPATINHO DE ALGODÃO.

VOCÊ ME MANDOU CANTAR
ACHANDO QUE EU NÃO SABIA
POIS EU SOU QUE NEM, CIGARRA:
CANTO SEMPRE, TODO DIA

CANTIGAS

O MACACO FOI À FEIRA
NÃO TEVE O QUE COMPRAR
COMPROU UMA CADEIRA
PRA COMADRE SE SENTAR
A COMADRE SE SENTOU
A CADEIRA ESBORRACHOU
COITADA DA COMADRE
FOI PARAR NO CORREDOR.
(CD CANTIGAS E CIRANDAS)

O TREM MALUCO
QUANDO SAI DE PERNAMBUCO
VAI FAZENDO CHIC, CHIC
ATÉ CHEGAR NO CEARÁ.
REBOLA, BOLA
VOCÊ DIZ QUE DÁ, QUE DÁ
VOCÊ DIZ QUE DÁ NA BOLA
NA BOLA VOCÊ NÃO DÁ. (CD CANTIGAS E CIRANDAS)

BOI, BOI, BOI
BOI DA CARA PRETA,
PEGA ESTE MENINO
QUE TEM MEDO DE CARETA.
(CD CANTIGAS E CIRANDAS)


BORBOLETINHA TÁ NA COZINHA
FAZENDO CHOCOLATE
PARA A MADRINHA
POTI-POTI, PERNA DE PAU
OLHO DE VIDRO
E NARIZ DE PICA-PAU, PAU, PAU. 
(CONSTRUINDO DIA-A-DIA)


OLÊ! MULHER RENDEIRA,
OLÊ! MULHER RENDÁ,
TU ME ENSINAS A FAZER RENDA
QUE EU TE ENSINO A NAMORAR. 
(CD CANTIGAS E CIRANDAS)


SE ESTA RUA,
SE ESTA RUA FOSSE MINHA
EU MANDAVA
EU MANDAVA LADRILHAR
COM PEDRINHAS
COM PEDRINHAS DE BRILHANTES
PARA O MEU
PARA O MEU AMOR PASSAR.
(CD CANTIGAS E CIRANDAS)



ALECRIM, ALECRIM DOURADO
QUE NASCEU NO CAMPO
SEM SER SEMEADO.
FOI MEU AMOR
QUEM ME DISSE ASSIM
QUE A FLOR DO CAMPO
É O ALECRIM. 
(CD CANTIGAS E CIRANDAS E CDTECA-CD 3 A CANOA VIROU)

FUI MORAR NUMA CASINHA-NHA
INFESTADA DE CUPIM-PIM-PIM
SAIU DE LÁ-LÁ-LÁ UMA LAGARTIXA-XA
OLHOU PRA MIM OLHOU PRA MIM
E FEZ ASSIM: HUM! HUM! (CD CONSTRUINDO DIA-A-DIA)


O SAPO, O SAPO
NA BEIRA DA LAGOA
NÃO TEM, NÃO TEM
RABINHO E NEM ORELHA
UÁ – QUÁ - QUÁ
UÁ – QUÁ - QUÁ
UÁ – QUÁ – QUÁ – QUÁ – QUÁ (CDTECA-CD 3 A CANOA VIROU)


SAMBA LELÊ TÁ DOENTE
TÁ COM A CABEÇA QUEBRADA.
SAMBA LELÊ PRECISAVA
É DE UMAS BOAS PALMADAS
SAMBA, SAMBA, SAMBA, Ô LELÊ!
SAMBA, SAMBA, SAMBA, Ô LALÁ! (CD FOLCLORE BRASILEIRO-INFANTIL)
O CRAVO BRIGOU COM A ROSA
DEBAIXO DE UMA SACADA.
O CRAVO SAIU FERIDO
E A ROSA DESPEDAÇADA.
O CRAVO FICOU DOENTE,
A ROSA FOI VISITAR
O CRAVO TEVE UM DESMAIO,
A ROSA PÔS-SE A CHORAR 
(CD CANTIGAS E CIRANDAS E CDTECA-CD 8 O CRAVO E A ROSA)

CAPELINHA DE MELÃO
É DE SÃO JOÃO.
É DE CRAVO, É DE ROSA
É DE MANJERICÃO.
SÃO JOÃO ESTÁ DORMINDO
NÃO ME OUVE, NÃO
ACORDAI, ACORDAI,
ACORDAI, JOÃO.
(CD ALEGRIA, ALEGRIA PAG. 27)

Ô PIÃO ENTROU NA RODA
Ô PIÃO
Ô PIÃO ENTROU NA RODA
Ô PIÃO
RODA PIÃO, BAMBEIA PIÃO
RODA PIÃO, BAMBEIA PIÃO

ESCRAVOS DE JÓ,
JOGAVAM O CAXANGÁ.
TIRA, BOTA, DEIXA FICAR.
GUERREIROS COM GUERREIROS
FAZEM ZIG, ZIG, ZÁ
GUERREIROS COM GUERREIROS
FAZEM ZIG, ZIG, ZÁ
PIRULITO QUE BATE, BATE
PIRULITO QUE JÁ BATEU
QUEM GOSTA DE MIM É ELA
QUEM GOSTA DELA, SOU EU.


A ARANHA SUBIU PELA PAREDE
VEIO A CHUVA FORTE E A DERRUBOU
JÁ PASSOU A CHUVA E O SOL JÁ VEM SAINDO
E A DONA ARANHA TORNOU A SUBIR.
ELA É TEIMOSA E DESOBEDIENTE
SOBE, SOBE, SOBE E NUNCA ESTÁ CONTENTE.
                                                                           (CD CONSTRUINDO DIA-A-DIA)


CAI, CAI, BALÃO!
CAI, CAI, BALÃO!
NA RUA DO SABÃO.
NÃO CAI, NÃO! NÃO CAI, NÃO! NÃO CAI, NÃO!
CAI AQUI NA MINHA MÃO


FORMIGUINHA DA ROÇA
ENDOIDECEU
COM UMA DOR DE CABEÇA
QUE LHE DEU
AI, POBRE!
AI! POBRE FORMIGUINHA!
PÕE A MÃO NA CABEÇA
E FAZ ASSIM... E FAZ ASSIM...


FUI À ESPANHA,
BUSCAR O MEU CHAPÉU,
AZUL E BRANCO,
DA COR DAQUELE CÉU.
                                                                        (CD FOLCLORE BRASILEIRO





Postar um comentário

.